84 3221-5400

SALDO RESIDUAL DOS IMÓVEIS NÃO PODEM SER COBRADOS

Decisão

Justiça Federal impede que Caixa Econômica no RN cometa o abuso de cobrar saldo residual de mutuários após quitar financiamento de imóveis.

O escritório Lúcia Jales conseguiu o ganho de causa através de uma sentença que tramitou na Justiça Federal, que um casal tivesse o financiamento do seu imóvel quitado. Com essa decisão, a Caixa Econômica Federal (CEF) fica impedida de cobrar o saldo residual do imóvel deste autor. O juiz considerou um abuso a cobrança e decidiu que os proprietários do imóvel haviam quitado a dívida de sua casa após pagar as 252 prestações durante 21 anos. Como também, foi considerada injusta a cobrança do saldo residual no valor de R$ 262.274,13.

Voltar

Um pouco sobre a Lúcia Jales

Graduada em Direito pela UFRN;
Especialista em Direito Processual Civil pela UFRN;
Pós-graduada pela FESMP – Fundação Escola Superior Ministério Público;
Ex-Presidente da ABMCJ/RN – Associação das Mulheres de Carreira Jurídica do Rio Grande do Norte;
Vice-Presidente da ABMCJ/BRASIL – Associação das Mulheres de Carreira Jurídica do Rio Grande do Norte (2010/2012);
Membro da Comissão da Mulher da OAB/RN (2004/2006);

Contato e Localização

Rua Lafayete Lamartine, 1920 - Candelária

Fone: (84) 3221-5400

Lúcia Jales Advocacia (c) Todos os direitos reservados Hospedado por: PHD Virtual

Criado pela Velty